LURDES3.4

 
Zodiac sign: escorpio
Cumpleaños: 1977-10-23
Afiliado: 25/10/2011
Puntos142Más
Próximo nivel: 
Puntos necesarios: 58
Último juego

VENCEDOR DO 1° CONCURSO CULTURAL GD

Re-postagem psicografada, do defunto "morrido-matado" mais uma vez... das trocentas...
-O terrível e temido Condes Tosco da Silva:

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

" Por unanimidade, Conde foi eleito pelo corpo de jurados como vencedor do 1º Concurso Cultural literário do game desire com o conto, "Despedidas Insalubres.". Parabéns, Conde, você foi terrivelmente original. Seu conto é um surrealismo visceral que foi tão bem ancorado no tema proposto, que a primeira vista choca, mas depois anestesia com beleza, com sutilezas tão verborrágicas... Você foi esplendido, obrigada por compartilhar conosco sua escrita tão saborosa! "

Agradecemos a participação de todos!

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Lurdes voltando ao seu corpitcho:

-Ainda que eu não tenha vencido, não sou recalcada a ponto de não reconhecer vitórias. Condes de fato foi muito bem, apesar de ter sido uma verdadeira orgia. Quem denuncia um blog por não reconhecer um vencedor, é mesmo uma pessoa de extrema baixeza moral. Ele é um promíscuo? -Sim, mas denunciar torna o denunciante um invejoso ao extremo. Você que denunciou... se sentiu melhor fazendo isso?

Tomás de Aquino que diz "Inveja é a tristeza pela felicidade dos outros, exultação pela sua adversidade e aflição pela sua prosperidade". A inveja é o reconhecimento de um fracasso.

E PARABÉNS Condes pelo texto digamos... bem promíscuo, mas mostrou que, você quando quer escreve textos maravilhosos, como foi este, que concorreu ao 1° concurso cultural GD!


PS: Não colocarei o texto dele aqui porque a escória delatadora está sempre de plantão e pode querer minha caveira, como fez com o Senhor Condes, na calada da noite, foi lá e meteu o dedão no botão delatar.